quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Era um Amar antigo...






um amor que vinha de longe
de vidas e tempos passados
de cheiros e tempestades
da calma que emprestava paz
daquela beleza serena
imensa
igual
uma paixão que  devolvia ao olhar
um sentimento que  envolvia em carinho
uma vida em duas vidas
como se a tua vivesse da minha
e a minha te desse a vida
imortal
irracional
natural
a saudade de velhos olhares
dos sorrisos que aqueciam
do desejo que queimava
das mãos que tocavam
das lembranças que voltavam
enfeitiçadas
embrulhadas
abraçadas
a esperança que regresse
num nascer ou por do sol
aquele amor que não morreu
aquele olhar que ficou
aquele sorriso de quem amou
aquela paixão que nos queimou
nesta vida que voltou

Nani Carvalho


segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Uma noite, um olhar,uma ilusão...





Naquela noite serena
o mar e o som das ondas
foram cúmplices do que nascia
do momento que invadia
o meu mais profundo desejo
da tua vontade louca
que os nossos olhares sentissem
o nosso sorriso consentisse
a nossa alma vivesse
um não sei quê feito de ilusão
que aquela noite era nossa
como foi aquela outra
onde nos tocamos e percebemos
que afinal o que tanto queríamos
tinha o nome de fantasia
a idade e um amor maduro
capaz de nos fazer entender
que para além do que sentíamos
havia uma proximidade tal
que apostaria sem receio
que em outras vidas vividas
tu e eu fomos amantes
se a distancia não esquecer
se a saudade aparecer
se a vontade permanecer
e sem ti enlouquecer
se desse lado longe e distante
olhares o mar e as ondas
e vires o meu sorriso aparecer
se esse calor te lembrar
se essa brisa a mim te cheirar
aquela noite foi a primeira
aquele olhar
e a ilusão ao pensar
que tu e eu ...

Nani Carvalho


segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Eu queria ser a lua...






Eu queria ser a Lua
ter a beleza e a luz
os sonhos e a magia

eu queria ser o Mar
ter a imensidão e encanto
o movimento e a cor

eu queria ser o Sol
ter a alegria e o calor
o por do sol e o crepúsculo


porque se eu fosse a lua
iluminaria a tua noite
encheria de amor os teus sonhos
e mostrava-te com magia
que a beleza da vida
tem na cumplicidade da Lua
uma tamanha pureza
uma  tal simplicidade
e uma enorme vontade

se eu fosse o Sol
acariciava-te nos momentos tristes
transformava dor em alegria
e aquecia-te
por dentro e por fora
num tocar a tua pele
com tanta profundidade
que chegaria à tua alma

e o Mar?
bem, o mar...
ai,se eu fosse o Mar
levaria para longe os teus medos
dava-te a força e grandeza
de veres em cada momento
as cores e o encanto
das pessoas e dos dias
dos sorrisos e dos sonhos
e das coisas
das outras coisas todas...

Nani Carvalho












thank you stranger

Thank you stranger... Era uma noite quente de Setembro, apetecia tudo menos regressar ao hotel, o ambiente que se vivia naquele ...