domingo, 10 de dezembro de 2017

Era um pedido simples...








Era uma fria manhã vésperas de Natal,
acordei com o barulho da sessão de circo que tinha começado,abri a janela e um lindo dia de sol arrancava-me um sorriso.
A musica que se ouvia ,cantava: "all i want for christmas is you".
Vozes de crianças em coro faziam-me acreditar que tudo era possível e que a vida não ficaria indiferente a este inocente e valioso pedido.
Da varanda em frente, juntei a minha voz à deles..."all i want for christmas is you", pedi..
Não sei como se pede à vida seja o que for,
se por escrito,
por sonhos,
lágrimas ou sorrisos,
na verdade desconheço a forma mais eficaz ,
mas ainda assim,humildemente, pedi.
Era um pedido simples,
podia bem ser-me concedido, nem que fosse na versão de ilusão,
sonho ou até mesmo de esperança.
Será que a vida nos ouve?
Nani Carvalho

sábado, 9 de dezembro de 2017

O conforto também é amor ...







De saltos rasos e ter-me-ias passado despercebida,
gosto de te ver elegante, sensual, sexy!
Dá-me uma pica do caraças  ver o baloiçar das ancas e do traseiro nesse teu caminhar tão frágil em cima  dos saltos altos.
Mascarada de sorriso a dor não se pode manifestar,vive prisioneira duma bolha de água esmagada pelo penso rápido que sempre acompanha a Ana no seu kit  de sobrevivência ,junto do batôn que tem que ser de cor vermelha.
-Amor,e se hoje fosse de ténis? afinal é um jantar de tapas na esplanada da praça...
Um dia,cansada, a Ana foi de saltos rasos sem maquilhagem,de cabelo atado às 3 pancadas e um sorriso de menina doce e feliz.
De saltos altos, maquilhada e sofisticada, e nem sequer tinha olhado para ti.
Guarda no armário da garagem os saltos altos, o passado, e a dor.
Na mesa de cabeceira o seu retrato,
calçada com uns ténis já gastos, de cabelo apanhado,ao lado do seu filho e às cavalitas do seu amor.

Nani Carvalho











domingo, 3 de dezembro de 2017

É Natal na cidade...





Iluminada a rigor a cidade,
ao som de last christmas ,
o ambiente é de festa,alegria, risos,estrelas e pinheiros...
Reparei num Senhor idoso que olhava aquilo tudo com uma tristeza que doía.
Sentado no único banco de jardim daquela praça,envolvido por um velho cobertor às riscas que me fez lembrar a casa da minha Avó,recordava o tempo em que também ele tinha uma família .
-Morreram todos, sabe menina?
Viúvo há muitos anos,tinha num irmão e cunhada o amparo e companhia,veio o Inverno passado e uma pneumonia levou-lhe o irmão,chegou a Primavera e levou-lhe a cunhada com aquela doença do diabo,sabe?
Os filhos...não sei,disse com o olhar cabisbaixo para que eu não pudesse ver as lágrimas que lhe caiam no rosto marcado pela solidão e saudade...
-não sabe? quantos filhos tem? onde estão?
-Pelo Natal vinham cá,ainda conheci 2 netos,mas nunca mais voltaram,vivem longe,lá para os lados do Canadá ,é muito longe, não é? a menina já foi ao Canadá ?
A minha neta lembra-me muito da minha Senhora,gostava tanto de a voltar a ver!
Chama-se Lurdes como ela...
É Natal na cidade...
E que diferença é que isso faz?!

Nani Carvalho

03/12/2017
Braga











quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Já pensei que se calhar...






Há um festival no Céu,
os artistas vão chegando,um após o outro a um ritmo alucinante,o público anónimo entope a entrada do recinto,já não há limite de idades e isto torna-se assustador.
Já pensei que se calhar nos andam a enganar,a esperança de vida aumenta,a ciência está à beira de descobrir a cura para a doença do século...entretanto o que outrora era saudável hoje é mortal e vise versa,treta,e mais tretas.
Imortais uns,para sempre os que amamos,e a vida que continua ,vai-nos deixando cada dia mais vazios.
Nos retratos  da família e dos amigos a saudade,na playlist a voz dos da nossa geração que nos acompanharam e nos fizeram sonhar.
Fonix!
Eu não sei o que se passa...
Nani Carvalho




domingo, 26 de novembro de 2017

Prendi o tempo e a saudade...





Prendi o tempo e a saudade
na margem daquele azul de esperança,
 a ondulação que se mexia com desejo
o vermelho intenso e quente
e a vida que saltava e mergulhava
lembraram-me o nosso riso,
 e o sonho.

Um dia ainda vamos viver na Primavera...

Prometeste e eu acreditei
foi indo o tempo e eu esperei
a demora e eu aceitei
e no sonho aqui fiquei.

Vale-me o dom de transformar
na primavera cada estação
na saudade a esperada felicidade
no tempo aquele momento.

Um dia ainda nos vamos encontrar na Primavera...

Nani Carvalho

foto:Henrique Martinho

















sábado, 25 de novembro de 2017

Pela calçada vazia...



O anoitecer chegava devagar
vazia de vida ficava a calçada,
nem passos nem palavras,
sentimentos deixados ao abandono,
espalhados aqui ou ali.
Fazia sentido apanhar,
eram tantos,
não caberiam num abraço.
Veio o silêncio e a noite,
a paz e o luar,
a brisa quente
e o som...
aquela doce melodia
que me traz de volta a magia
e quase me devolve o amor.
Procurei-te,
em todos os becos e saídas,
em tudo que me parecia poesia,
nas fontes,
nas sombras,
nos lugares do costume.
Acho que te perdi
ao tanto querer encontrar-te.


Nani Carvalho
Foto Laura Campos

domingo, 24 de setembro de 2017

Quando a Lua tem um rosto...








Entre a Vida e o Momento
a conversa é sobre Eles...
Triste e magoado o momento não entende,
culpa a Vida,
acha-a incompetente.
-Porque fazes isso?
-A minha função é fazer acontecer,a tua,momento,é deixar que aconteça.
Pensativo o momento vai buscar memórias,sorrisos,emoções...
Percebe então que foi ele que falhou,
Eles tinham tudo,a Vida sabia...
O momento foi cedo demais,
havia emoções por viver em outros lugares,
havia erros do passado por corrigir,
havia um caminho a percorrer passo a passo
havia uma Lua de distância
um oceano pelo meio
uma musica que ainda não tocava...
Mas há o tempo
aquele mágico tempo capaz de guardar e esperar
há a ilusão
há a esperança
e há a Vida...
Ela repete as vezes que forem precisas até que o momento seja.
Entretanto...
"Em cada noite ao luar e ao sonhar
  é a ti que vou amar"(Aroma da Alma)


Nani Carvalho

in "A vida é que sabe"



Era um pedido simples...

Era uma fria manhã vésperas de Natal, acordei com o barulho da sessão de circo que tinha começado,abri a janela e um lindo ...